Cultura do compartilhamento

Desafio

Falar sobre carreiras para um público basicamente muito jovem e mostrar os caminhos para a cultura do compartilhamento, abordando a necessidade atual do redesenho das organizações, que estão se dirigindo para um novo modelo de gerenciamento e são lideradas, cada vez mais, por jovens.

Processo

Aplicando sua experiência de mais de 30 anos na área de Gestão de Pessoas, Paulo Amorim, que é considerado um dos mais influentes RH´s do Brasil, trouxe uma abordagem histórico/conceitual e apresentou ações práticas a serem implementadas. Amorim falou sobre as forças globais de mudança que estabelecem um novo contrato social que preza pela criação de uma cultura de compartilhamento, desenhando ambientes colaborativos que engajam as pessoas. Tudo isso dentro de um novo modelo de liderança e de desenvolvimento de carreira.

Resultado

A conversa provocou um debate interessante e muito produtivo ainda que o tema, extremamente atual, tenha sido abordado por alguém com uma grande bagagem e com passagem por grandes corporações, como Dell, Coca-Cola e Gerdau. Nitidamente, Amorim inspirou o público ao falar sobre liderança dentro de um mundo cada vez mais volátil e complexo, cuja força maior está na mãos de pessoas que já pensam diferente das gerações anteriores.

Mais cases